Sidebar

19
Thu, Apr

Jovem de MT denuncia namorado por agressões

Mato Grosso
Typography

A matogrossense Mel Di Pietro usou sua página pessoal do Facebook para relatar e mostrar imagens de uma agressão que sofreu do seu namorado.

 

O caso ganhou repercussão no estado de Santa Catarina e já é compartilhado nas redes sociais.

Leia Mais

Blocos já podem se inscrever para o Primafolia 2018

Foragido é preso por estuprar a enteada 18 anos após o crime em MT

Homem é assassinado em Primavera do Leste (MT)

--- Publicidade ---

A jovem que mora na cidade de Itajaí (SC) postou três fotos nas quais aparece com o rosto desfigurado, com hematomas. Ela relata que o namorado identificado como Daniel seria o autor das agressões.

As fotos mostram ferimentos nos olhos e na boca. Parte dos lábios da vítima tem manchas de sangue coagulado.

No texto, Mel deixa entender que a agressão teria ocorrido na segunda-feira (08), mas não conta como tudo aconteceu.

As palavras de desabafo da moça já foram compartilhadas mais de 254 vezes e ela recebe apoio de diversas pessoas pelos comentários.

Em sua postagem, a jovem relatou que o começo do namoro foi digno de elogios, inclusive, por parte de conhecidos do casal. "“Nossa, mas vocês combinam tanto” “Vocês são tão lindos juntos” foram algumas das frases que eu e Daniel ouvimos enquanto namorávamos ano passado”.

Porém, nesta segunda-feira, todo o “conto de fadas” que a jovem imaginou passar ao lado do namorado acabou. “08-01-2018 o fim de todas as lembranças boas. Tristeza, vergonha, indignação. Confesso que esta é uma situação que jamais pensei em passar na vida. Por ser uma pessoa do bem, fazer o bem, cuidar, ajudar, enfim”.

Mel Di Pietro relata os momentos vividos no relacionamento, lembrando que ao longo do tempo o namorado já tinha apresentado sinais de agressão, que só foram percebidos quando ocorreu fisicamente. “Primeiro eles te conquistam, aceitam tudo. Com o tempo te reprimem, querem te proibir de fazer tal tipo de coisa, começam a te afastar dos seus amigos, acham que são donos, eles sabem e decidem tudo.

Logo vem os primeiros sinais, afinal, a agressão não é só a física. E é aí que erramos, em achar que vão mudar, que nunca farão o mesmo”, complementa.

Após dizer que “teve que passar pela episódio para aprender”, a jovem alerta as mulheres que passam pela mesma situação a denunciar. “O que me dói além de todos estes machucados é saber que tem tanta gente sofrendo como eu, mas calada... Erros e acertos são filhos do mesmo pai, se errei foi tentando acertar. Nada é por acaso, e eu ainda vou saber o motivo de estar passando por tudo isto. #desabafo #diganãoaagressão”

Fonte: FolhaMax

0
0
0
s2sdefault

Publicidades

Cadastre e receba as notícias em seu e-mail