20
Sun, Aug

Rogério Macedo, de 24 anos, e Emerson Gomes de Lima, de 32 anos, morreram eletrocutados nesta quarta-feira (16), enquanto trabalhavam na pintura de um posto de combustível em Campos de Júlio.

De acordo com a Polícia Civil, as vítimas precisaram transferir o andaime de local e durante a mudança, atingiram a rede de alta tensão. Com a descarga elétrica parte das roupas dos acabou pegando fogo e eles morreram no local.

Rogério e Emerson foram contratados para trabalhar na pintura do posto, que fica localizado às margens da BR-364 e para realizar o trabalho nas partes mais altas, utilizavam um andaime para facilitar o acesso.

Segundo a polícia, os trabalhadores faziam uso do equipamentos de proteção individual (EPI). Uma equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi até o local e constatou as mortes. 

fonte: Agora MT

A Petrobras reajustou em 6,9%, em média, os preços do gás liquefeito de petróleo para uso residencial, envasado pelas distribuidoras em botijões de até 13 quilos (GLP P-13). O reajuste do gás de cozinha entra em vigor à 0h deste sábado (5) e, de acordo com a estatal, acompanha a política de preços divulgada no dia 7 de junho deste ano. O ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos. 

Resultado de imagem para gas de cozinha

A companhia destacou que a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados e que as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. A Petrobras calculou que, se os repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores forem levados, integralmente, aos preços ao consumidor, o preço do botijão de GLP P-13 pode ser reajustado, em média, em 2,2% ou cerca de R$ 1,29. O valor vai depender da manutenção das margens de distribuição e de revenda e das alíquotas de tributos. 

A estatal ressaltou que o último reajuste ocorreu em 5 de julho deste ano e que a alteração atual não se aplica ao GLP destinado a uso industrial ou comercial. 

Em nota, o Sindicato das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) informa que as empresas distribuidoras associadas à entidade foram comunicadas na tarde desta sexta-feira (4) pela Petrobras que o GLP para embalagens de até 13kg ficará mais caro a partir da 0h. Segundo o sindicato, o reajuste oscilará entre 6,4% e 7,5%, de acordo com o polo de suprimento. 

 

Fonte: Agora MT 

Bandeira tarifária será vermelha em agosto; taxa extra nas contas de luz sobe 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira (28) que durante o mês de agosto vai vigorar a bandeira tarifária de cor vermelha, patamar 1. Isso significa que aumentará para R$ 3 o valor da taxa extra cobrada para cada 100 kWh de energia consumidos.

Ao longo do mês de julho, vigorou a bandeira amarela, que implica na cobrança de R$ 2 para cada 100 kWh consumidos.

A evolução das cores da bandeira aponta que o custo de produção de energia no país subiu. Isso ocorre porque a falta de chuvas reduziu o armazenamento dos reservatórios das hidrelétricas, que passam a produzir menos eletricidade.

Para compensar a queda na produção das hidrelétricas, o governo aciona mais termelétricas. Entretanto, essas usinas geram energia mais cara, por meio da queima de combustíveis como óleo e gás natural.

É para cobrir o custo extra com o uso de mais termelétricas que a bandeira tarifária mudou para patamar mais alto. 

Valores das bandeiras tarifárias aprovados pela Aneel para 2017 (Foto: Arte/G1) 

Valores das bandeiras tarifárias aprovados pela Aneel para 2017 (Foto: Arte/G1)

Em nota, a Aneel informou que “o fator que determinou o acionamento da bandeira vermelha no patamar 1 foi o aumento do custo de geração de energia elétrica.”

A agência orientou ainda os consumidores a “intensificar o uso eficiente de energia elétrica e combater os desperdícios”, para minimizar os efeitos do aumento da taxa extra nas contas de luz.

Marcelo Parodi, da Compass Energia, avaliou que a bandeira vermelha, que neste ano já foi acionada em abril e maio, deve gerar aumento de 5% nas conas de luz em agosto.

 

Um menino surdo-mudo de 11 anos de idade foi amarrado e agredido por quatro adolescentes dentro do banheiro de uma escola estadual no Bairro Parque Cuiabá, na capital, nesta segunda-feira (26). Segundo a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, o caso foi registrado na Escola Estadual Salim Felício. O G1 tentou, mas não conseguiu contato com o diretor da unidade escolar.

Leia Mais

Fazendeiro some após ter a casa queimada e caminhonete roubada na fronteira

Avião interceptado pela FAB em MT decolou de fazenda da Amaggi

Homem é preso em Primavera após bater e amarrar vítima para roubar veículo em Rondonópolis

Jovem é morto com tiro na cabeça em Primavera do Leste (MT)

A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) informou à reportagem que a pasta promove campanhas contra o bullying em toda a rede escolar e que, nesse caso, a escola realizou o procedimento correto, que consiste em acionar o Conselho Tutelar e a Polícia Militar e registrar um boletim de ocorrência sobre a situação.

Segundo consta no boletim de ocorrência, a criança foi encontrada pelo diretor da escola por volta das 9h [10h no horário de Brasília], dentro do banheiro da unidade. De acordo com a PM, o menino estava amarrado e teria sido agredido com socos e chutes. Os agressores ainda teriam tentado empurrar a cabeça da criança dentro do vaso, segundo o diretor.

A guarnição de ronda escolar da PM foi acionada pelo diretor e, quando chegou ao local, a criança já havia sido desamarrada. O menino, então, indicou aos policiais e ao diretor que os autores da agressão seriam quatro adolescentes, sendo um deles com 13 anos de idade e os demais, com 14 anos.

O diretor da escola e os policiais entraram em contato com os pais da vítima e dos supostos agressores e todos foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Cuiabá. Até o momento em que o boletim foi lavrado, apenas os pais de um dos adolescentes havia comparecido ao local.

Foto/Fonte: G1 MT

Cuiabá tem a nona cesta básica mais cara entre as capitais do país, segundo levantamento nacional do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Os dados levam em conta os dados do mês de julho. O preço médio de R$ 395,04 da cesta básica de Cuiabá, segundo o levantamento, só foi superado pelos das cestas básicas de Porto Alegre (a mais cara do país, custando R$ 453,56 ao consumidor), de São Paulo, Rio de Janeiro, Vitória, Florianópolis, Brasília, Curitiba e Fortaleza.
Divulgado nesta sexta-feira (4), o levantamento do Dieese avalia o comportamento individual dos preços dos componentes da cesta básica - carne, leite, feijão, arroz, farinha, batata, tomate, pão, café, banana, açúcar, óleo e manteiga.
Dentre os componentes da cesta básica, o que mais influenciou na elevação do preço médio do conjunto foi o tomate, cujo preço aumentou 30,97% entre junho e julho.
Dentre os 13 itens da cesta em Cuiabá, grande parte apresentou queda, em compração com o mês anterior. Houve queda nos preços da batata (28,24%), do feijão (8,49%) e arroz (5,59%). 

Um adolescente de 15 anos matou o próprio pai, Vitório Nunes da Silva, de 43 anos, com um tirpo de espingarda para tentar defender a mãe.

O caso aconteceu em Aripuanã, a 976 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, o menor de idade atirou depois que viu a mãe sendo estrangulada e ameaçada com um canivete pelo marido.

Leia Mais

Homem é preso em Primavera após bater e amarrar vítima para roubar veículo em Rondonópolis

Menino surdo-mudo de 11 anos é amarrado e agredido dentro de escola no MT

Fazendeiro some após ter a casa queimada e caminhonete roubada na fronteira

O assassinato foi na tarde da última sexta-feira (7), na propriedade agrícola da família. A polícia disse que o adolescente viu o momento em que Vitório estava estrangulando a mãe e ameaçando matá-la com um canivete. O menor de idade, então, pegou uma espingarda calibre 32 e atirou no pai, que morreu antes da chegada da equipe médica.

A Polícia Civil foi chamada e ao chegar ao local apreendeu a arma usada pelo menor, além de um revólver calibre 38 com 16 munições não deflagradas, 5 munições calibre 22, cápsulas calibre 32 e apetrechos para carregamento de cartuchos.

Depois, o adolescente se apresentou espontaneamente à polícia, que entendeu que ele agiu em legítima defesa de terceiro. Foi feito relatório de crime e um boletim circunstanciado de ocorrência do menor de idade.

Conforme a polícia, o revólver e as munições encontradas na casa não tiveram relação com o ato infracional cometido.

Fonte: G1 MT

Um pecuarista está sendo procurado pela polícia depois que teve a caminhonete roubada e a casa incendiada, na noite desse domingo (25), em uma fazenda na região de fronteira com a Bolívia, no Distrito de Vila Picada, município de Porto Esperidião, a 358 km de Cuiabá, segundo o Grupo Especial de Fronteira (Gefron).

Leia Mais

Avião interceptado pela FAB em MT decolou de fazenda da Amaggi

Homem é preso em Primavera após bater e amarrar vítima para roubar veículo em Rondonópolis

Jovem é morto com tiro na cabeça em Primavera do Leste (MT)

Polícia Militar prende duas pessoas por tráfico de drogas

A suspeita, de acordo com o Gefron, é de que Elizeu Lacerda tenha morrido carbonizado. Criminosos atearam fogo na casa da fazenda, de propriedade dele, que fica a 10 quilômetros da fronteira, com ele dentro.

Vizinhos viram a casa em chamas e acionaram o Gefron e a Polícia Civil. Uma equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi até o local e analisa as circunstâncias do crime. As testemunhas, no entanto, de acordo com o Gefron, não viram a vítima ser morta. O pecuarista ainda não foi localizado.

Testemunhas também viram um homem passando por uma estrada vicinal de acesso às propriedades rurais, dirigindo a caminhonete, uma Hilux de cor prata, em direção à Bolívia.

A caminhonete do fazendeiro foi localizada pelos policiais do Gefron na manhã desta segunda-feira (26), na zona urbana de Porto Esperidião. O veículo estava sem uma roda dianteira.

 

Fonte: G1 MT

Mais artigos...

Publicidades

Cadastre seu e-mail!